quarta-feira, maio 10, 2006

19- ACHEI A ELAINE !!!

A primeira vez que a vi... lembro-me bem. Fui com amigos da ABU a uma igreja. Iríamos apresentar o trabalho que fazíamos nas faculdades, em 1975. Antes do culto começar, fomos para uma sala nos fundos, preparar material de divulgação para distribuir aos presentes. Lá estava ela: cabelos cacheados, olhos vivos e meigos, sorriso fácil, timidez atraente. Fomos apresentados por um amigo meu, seu clega de faculdade. Para não dar na vista que estava muito interessado nela, puxei conversa com sua irmã, que, muito simpática, tornava fácil o papo. Incluía, sempre que podia, a Elaine na conversa, e tive uma noite muito agradável.
Criei coragem e fui vê-la poucos dias depois, na faculdade. Aproveitei e convidei-a para ir ao Playcenter com alguns amigos, no fim-de-semana. Foi divertido, e passei a manter contato com ela sempre que podia. Viajei, nas férias de julho, para Guarapari, enquanto ela foi para Santos com a família. Caminhando pela praia e sentindo saudade daquela pessoa que já havia se tornado tão especial pra mim, recolhi algumas conchinhas e as trouxe de volta comigo. Como ela não havia retornado de Santos ainda, viajei para encontrá-la, cheio de ansiedade e prazer. O encontro foi gostoso e combinamos de jantar naquela noite com minha tia, que morava na outra ponta da praia. Fizemos o caminho de volta a pé, mais de 5 quilômetros, pelo calçadão da praia, lentamente, mãos dadas, conversando sobre tudo... sobre nada... (já nem me lembro mais). Ao fim do caminho, namorávamos. E dois anos e meio depois, casávamos. Já faz tempo, muito tempo, mas a imagem da primeira vez que a vi nunca me saiu da mente... e do coração!

4 comentários:

Lou disse...

Quem acha uma esposa exemplar, feliz quem a encontrar! É muito valiosa que os rubis. Parabéns.

Rubinho Osório disse...

Felicidade minha, azar dela! Ela realmente merecia algo melhor... fazer o quê? Eu era mto convincente na época. Mas não creio que ela tenha se arrependido demais. São 28 anos e meio de vida juntos, na alegria (muitas) e nas tristezas (algumas).

Anônimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

I find some information here.