quinta-feira, maio 04, 2006

18- "VOANDO" COM OS BEATLES

Gostava, e ainda gosto, e muito, dos Beatles. Nos anos 60, meus pais diziam que era só moda. Eles iriam desaparecer porque não faziam música “de verdade”, como Bethoven, Bach ou Mozart. Aos 15 anos, pensassem o que quisessem: os Beatles eram o máximo!
Então saiu “Sgt Peppers”. Um disco que eternizou o já famoso quarteto no mundo da música pop. Comentários mil, desde “genial” a “faz a apologia das drogas”, por ter feito uma música cujas iniciais do nome montavam a sigla LSD. Eu tinha que arrumar o “LP” pra ouvir, já que não tinha dinheiro para comprá-lo.
Finalmente, consegui trazer o disco pra casa. Acomodei-me no chão do quarto, como sempre fazia quando ia ouvir música, coloquei a cabeça entre as caixas acústicas da vitrola, e pus o disco pra rodar.
Ouvi todo o disco com interesse e prazer. Algumas faixas realmente me fascinaram, especialmente a que contava a historia da garota que fugia de casa, “She’s Leaving Home”.
Foi quando o disco chegou na última faixa, “A Day in Life”. Música legal, mas nada de excepcional, já que o disco todo era fabuloso. De olhos fechados, acompanhava a banda... e percebi que tinha “viajado”! O que tinha acontecido? Dormi? Não, não me sentia como se tivesse cochilado, mas sim, como se voltasse à realidade depois de ficar desligado dela por alguns instantes. Nossa! Então deve ser assim que as drogas fazem! E eu pude experimentar sem tomar nada... Só ouvindo Beatles... Um barato!

3 comentários:

Lou disse...

Help! A Little help from my friends! Help! A Day In The Life! Help!

rubens osorio disse...

Lou, ouvi do Emerson Fittipaldi que o George, poucos anos antes de morrer, conheceu o Senhor J. C.
Se for verdade, ele teve o "help" que precisava...

Paulo Brabo disse...

Daydream! Também já viajei uma única vez ouvindo/quase dormindo uma música, mas foi Aaron Copland e não os Beatles. Sua história me fez lembrar que preciso contar um dia a minha.

Curto os Beatles menos do que dizem que eu deveria, mas ouço socialmente, da mesma forma que bebo chimarrão.